sábado, 21 de setembro de 2013

Brasão de Armas e a Origem da Família Nunes / Nunez

A história dessa família é também incerta, tendo em vista que o sobrenome possui origem patronímica.
Nunes é a forma portuguesa do sobrenome espanhol Nunez. Os linguistas/genealogistas/historiadores acreditam que a origem seja espanhola, porque no século XIII, o nome Nuno era grafado como Nunho na língua portuguesa, uma tentativa de grafar a versão espanhola, Nuño.
Nunes/Nunez deriva de Nuno. Portanto, os que possuem tal sobrenome são descendentes de alguém que se chamava Nuno ou viviam próximos de alguém com tal nome, logo, os que possuem esse sobrenome não possuem nenhuma relação genealógica com outros que o possuem.
Há quem afirme que Nunes/Nunes possui origem hebraica = Nun (דגים significa peixe em aramaico) + o sufixo espanhol -ez (utilizado para se referir a filiação: "filho de").
No entanto, considerando a linguística, é mais provável que a origem do referido sobrenome seja latina, derivando de nonum cujo significado literal é o numeral ordinal correspondente ao nove (nono, 9ª). Considerando tal origem, ainda é possível especular que a primeira pessoa a usar tal nome foi o nono filho de um casal.
Ou ainda nonnus, que significa tanto a forma infantil de chamar o progenitor (papai) quanto aio (forma masculina de aia), criado responsável pela educação de crianças pertencentes a famílias nobres.

Texto baseado no site Dicionário de Nomes Próprios (http://bit.ly/2wBObVc) + site Origem do Sobrenome (http://bit.ly/2zaCAOw) e no blog Coisas Judaicas (http://bit.ly/2xtOTrD).

Há dois brasões, optei por divulgar apenas o mais popular, que aparenta ser o original.
Uma observação sobre tal brasão: é representado erroneamente com frequência sem as merletas. A merleta é uma ave mítica da heráldica, semelhante a andorinha, o que as difere são os tufos de penas no lugar das patas.


Escudo d'Armas dos Nunes: partido, o primeiro de prata, com uma barra de azul; o segundo de vermelho, com um leão de ouro, acompanhado de quatro merletas do mesmo, acantonadas. Timbre: o leão do escudo.

Fonte: Armorial Lusitano, pág. 399.

Nenhum comentário:

Postar um comentário