terça-feira, 25 de março de 2014

Origem da Família Araújo

Araújo é um sobrenome de origem toponímica, pois Rodrigo Anes de Araújo, era senhor do Castelo de Araúja na Galiza, de onde tomou o nome.
Alguns genealogistas contam que o pai de Rodrigo, foi o fundador desse senhorio, e que herdara tais terras da mãe (avó paterna de Rodrigo).
Rodrigo se casou com Dª. Maior Álvares de Aza, filha de D. Rodrigo Álvares de Aza e de sua mulher Dª. Maria Pires de Ambia.
Vasco Rodrigues de Araújo (neto do casal Rodrigo-Maior) passou a Portugal, onde serviu aos reis.
Vasco é tronco das famílias existentes no Minho e em regiões próximas.
Pedro Anes de Araújo (filho de Vasco) foi o primeiro português a usar esse sobrenome.
O Bispo de Malaca, D. João Ribeiro Gaia escreveu a seguinte quintiha para essa família:
Atravez de Bitorinho / tem sepulcros já agastados / Araújos afamados / na terra que rega o Minho, / antigos, abalisados.
Enquanto que Manuel de Sousa e Silva dedicou a seguinte:
Lá de Lobios de Galliza / Vieram para Lindoso / Os de gremio valoroso / de Araújo por guisa / Que foi cá mui poderoso.
O nome do castelo por sua vez deriva do nome de uma árvore (Arauja sericifera).
Originalmente o sobrenome era grafado como Aruja tendo surgido a variante Arujo que posteriormente se tornou a versão dos dias de hoje. Tais mudanças ocorreram devido ao complexo linguístico galaico-português.
O primeiro Araújo a vir para o Brasil veio com Mem de Sá (de quem era parente), originalmente se estabeleceram na Bahia, tendo se espalhado no decorrer dos séculos para outros estados.

Baseado em pesquisas na enciclopédia colaborativa online Wikipédia + Dicionário de nomes próprios (http://bit.ly/2AxZ5Sh) + Famílias Campos & Araújo (http://bit.ly/2iPvCIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário