sábado, 8 de março de 2014

Origem do sobrenome Veras

Escrever sobre a origem desse sobrenome será um pouco complicado, tendo em vista que a disponibilidade de informações em português é bem escassa, no entanto, ainda assim tentarei.
Boa parte do que transcreverei aqui será baseado no que encontre na obra de Humberto Campos, Memórias - Primeira Parte (1886-1900) e Memórias Acabadas (Obra póstuma).
Campos relata que essa família surgiu em terras brasileiras no segundo quartel do século XVIII, quando cinco irmãos se estabeleceram em Pernambuco. Para ser mais exato, no não mais existente Beco dos Veras em pleno Centro de Recife.

"Sede, pois, fecundos e multiplicai-vos, e espalhai-vos sobre a terra abundantemente" (Gênesis 9:7).

Os cinco irmãos se espalharam talvez sem perceberem que estavam cumprindo a ordem divina escrita no primeiro livro bíblico. Dois irmãos permaneceram na Província de Pernambuco, um foi para a Província do Rio Grande do Norte, e os outros dois foram para a Província do Maranhão (sendo que um foi para a cidade de Caxias e o outro para de Tutóia).
Para alguns Veras deriva do nome latino Verus enquanto que para outros deriva do nome russo Vera.
Ao que tudo indica, a primeira hipótese parece ser a mais provável.
De acordo com Ementário Luso-Brasileiro de José de Souza Menezes, o nome Vera era desconhecido em terras lusas antes de 1860, ano em que foi registrada a primeira pessoa como esse nome.
Todavia, o Dicionário Biográfico de Inocêncio Francisco da Silva, indica que no século XVI houve alguém com esse sobrenome em Portugal, Álvaro Ferreira da Vera, muito provavelmente nascido nos últimos decênios do referido século.
Álvaro era natural de Lisboa, e lá publicou duas obras: Origem da nobreza política, brasão d'armas e apelidos, cargos e títulos nobres e Ortografia ou modo de escrever certo na língua portuguesa.
Em 1640, Álvaro Vera estava morando em Madrid, España pois se recusou a aceitar a soberania de Dom João IV, Rei de Portugal.
Inocêncio informa que 1647, Álvaro Ferreira da Vera ainda vivia na corte espanhola sob a proteção do Rey Felipe IV de España.
Considerando que em 1667, a viúva do poeta cordovês Luís de Tejada, Francisca de Vera residia na Argentina, é de se supor que muito provavelmente era filha do lexicólogo lusitano.
Francisca fundou um convento no Rio da Prata.
Aproveitarei para comentar que não encontrei nenhum brasão de armas pertencente a essa família no Armorial Lusitano e nem no Livro do Armeiro-Mór de Portugal.
E depois de redigir, "teoricamente" será fácil chegar na num dos cinco irmãos (já que a vinda dessa família para o Brasil foi recente), antes terei de voltar gerações (descobrir os ancestrais do meu trisavó paterno-materno), já que essa será a tarefa difícil.

8 comentários:

  1. oa tarde! Gostaria de saber se alguém conhece os antepassados de minha avó, Donatila Veras, interior de Pernambuco. Nasceu no final do Século XIX, acho. Teve 4 filhos, Maria Alíce, Otávio, Marieta e Hilda. Faleceu jovem e deixou a caçúla com 1 ano. Meu avô, José Modesto Gonçalves casou com sua irmã e tiveram a filha Heronita. Alguma irformação dos meus avós agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu nome é Fábio da Conceição Veras,minha avo se chama Maria alice,mais não tenho informações sobre minha bisavó se realmente veio do interior de Pernambuco.meu contato e 98989116303

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá, Minha bisavó chamava-se Raimunda Veras da Silva
      Teve os seguintes filhos:
      Ana, Luíza, Luzia, Joaquim, Luis e Manoel (todos veras). Algum desses é seu parente?

      Sou Juscelino Veras da Silva (neto de Ana Veras)

      Excluir
  3. Segundo as minhas pesquisas, existem duas ramificações dos Veras, a primeira é que chegaram da Europa 3 irmãos, um ficou no Ceará, outro no Rio Grande do Norte e o terceiro foi para Pernambuco, e a segunda leva foi que uma familia na Espanha venderam um castelo e compraram um navio, e que chegando ao Recife, PE, venderam o navio e compraram várias casas, tipo um condomínio, na época se chamava Vila, e ficou batizada como Vila dos Veras.

    ResponderExcluir
  4. Sou Amarilson Veras de Sena, de Campo Grande, do Rio Grande do Norte, abraço a todos os Veras do nosso Brasil.

    ResponderExcluir