domingo, 27 de abril de 2014

Brasão de Armas e a Origem do sobrenome Martins

A origem desse sobrenome é patronímica por derivar do nome Martinho/Martino, ou até mesmo da sua forma abreviada Martim.
Martinho deriva da versão espanhola Martinez.
Tal nome deriva da versão latina Marticini ou Martinus, que significa guerreio ou aquele inclinado a guerra. Que se assemelha ao nome do deus romano, Marte (Mārs), que por sua deriva da versão grega, Ares (Ἄρης).

Diogo Martins, cavaleiro-fidalgo da Casa do Rei D. Sebastião de Portugal, recebeu um brasão de armas em 18/05/1560 pelos serviços prestados a esse monarca e também ao avô dele (Rei D. João III de Portugal).
Os Martins que não descendem dessa linhagem geralmente usam uma versão parecida com tal brasão (que irei divulgar aqui).

Baseado em pesquisas no site Origem do Sobrenome (http://bit.ly/2k3arXv) + pesquisas na enciclopédia online Wikipédia.


Brasão de Armas dos Martins: cortado, o primeiro de negro, com duas palas de ouro; o segundo de ouro, com três flores-de-lis de vermelho postas 2 e 1 ou 1 e 2. Timbre: uma flor-de-lis do escudo.
Fonte: Armorial Lusitano, pág. 347.

sábado, 12 de abril de 2014

Brasão de Armas e a Origem dos sobrenomes Alves e Álvares

O sobrenome Alves possui origem origem patronímica. Alves possui origem portuguesa, e nada mais é que a abreviação de um outro sobrenome, Álvares, que por sua vez deriva do nome Álvaro.
O nome Álvaro possui origem nórdica significa guerreiro protetor, já que é formado pelas palavras alfr + arr.
Muito provavelmente o nome Alewar chegou na Península Ibérica com a vinda dos visigodos, povo de origem germânica.
Alguns historiadores cogitam que Alves/Álvares deriva de "alvar", uma espécie de carvalho. Se for considerada tal possibilidade, a primeira pessoa a utiliza tal sobrenome viveu perto de um lugar onde havia tal árvore em abundância.
Pessoalmente, acredito mais na primeira possibilidade, no entanto não descarto que algumas famílias podem ter se originado numa localidade com tal espécie.
Por ser patronímico, várias famílias adotaram tal sobrenome por simplesmente terem se originado em um indivíduo com o nome Álvaro, logo, não possuem nenhuma relação genealógica com outras pessoas que o possuem.

Baseado em pesquisas no site Origem do Sobrenome (http://bit.ly/2k34IAZ) + site Dicionário de Nomes Próprios (http://bit.ly/2A6g3G5) + site Mundo Estranho (http://abr.ai/2gokfd9) + enciclopédia colaborativa online Wikipédia.



Escudo d'Armas dos Álvares e Alves: cortado, o primeiro de vermelho, com uma águia estendida de prata de duas cabeças, coroadas de ouro; partido de azul, com uma cruz de ouro cantonada de quatro memórias do mesmo; o segundo de azul, com três faixas onduladas de prata: uma água estendida e coroada de prata.
Fonte: Armorial Lusitano, pág. 49.